REDE DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL CANÇÃO NOVA
Sexta-feira, 08 de dezembro de 2017
  • Facebook
  • Twitter

Reitor-Mor deixa sua primeira mensagem à família Salesiana

Publicado em: 17/04/2014

Tags: , ,

Pe. Ángel Fernández Artime foi eleito Reitor-Mor  da Congregação Salesiana., com o título ele se torna o 10º sucessor de Dom Bosco. A Canção Nova é reconhecida como membro da família salesiana desde 2009.

Na mensagem Padre Ángel Fernández expressa seus agradecimentos por tantas mostras de apoio e amizade de todos os membros da congregação e ainda agradece o antecessor Pascual Chávez Villanueva, que com tanta dedicação e generosidade desempenhou o ministério de reitor-mor até agora, ainda na mensagem o novo reitor faz um compromisso em viver com toda a família Salesiana a vivência dos valores da Igreja e do Evangelho.

Pe. Ángel Fernández Artime deixa sua primeira mensagem à família Salesiana.

Leia na íntegra:

“Queridos irmãos e irmãs,

Uma saudação cordial e afetuosa de Roma, ao término do Capítulo Geral 27 dos Salesianos de Dom Bosco. Esta é a primeira mensagem que lhes dirijo como reitor-mor e quero, em primeiro lugar, expressar meus agradecimentos por tantas mostras de apoio e amizade que fizeram chegar a mim nestas primeiras semanas de serviço. Me sinto muito feliz por poder contar com vocês e estou certo de que, com a ajuda do Senhor viveremos uma etapa de grande comunhão com toda a Família Salesiana para continuar respondendo juntos aos desafios dos jovens mais pobres nestes tempos tão carregados de expectativas e possibilidades.

Desejo também dedicar, nestas páginas do Boletim Salesiano, algumas palavras de reconhecimento a padre Pascual Chávez Villanueva, que com tanta dedicação e generosidade desempenhou o ministério de reitor-mor até agora. Foram doze anos de trabalho incansável, nos quais ele honrou a Dom Bosco entre nós e nos fez chegar um magistério fecundo e luminoso. Sua profunda reflexão bíblico-teológica, seu convite constante a voltarmos a Dom Bosco e ao impulso total da Família Salesiana ficarão sempre em nossa memória como traços caraterísticos de seu reitorado. Agradecemos a ele por sua bondade e sua amorevolezza com todos, sua caridade pastoral e seu otimismo inquebrantável, que encarnaram de maneira eloquente o papel de pai e mestre dos jovens. Muito obrigado, querido padre Pascual, pela sua entrega sem limites à missão que o Senhor lhe confiou.

O Capítulo Geral 27 está sendo um evento de graças para os salesianos e será, tenho certeza, para os jovens e para toda a nossa Família. Estamos nos ponto na escuta sincera do Espírito para perceber com maior clareza o horizonte ao qual Deus nos envia nestes tempos e os caminhos que devemos percorrer como Congregação, formando parte viva de nossa Família Salesiana. Vivemos um novo contexto eclesial e nos sentimos participantes dos apaixonantes desafios que o papa Francisco tem levantado para todos os batizados e, de modo especial no que se refere a nós, também aos consagrados. O papa tem expressado o grande carinho que tem pelos filhos de Dom Bosco e suas mensagens incisivas têm sido um impulso ao comprometimento do que faremos em nosso caminho programático nos próximos anos. Apertando sua mão, renovamos a adesão filial ao sucessor de Pedro que nosso Pai desejava a todos os seus salesianos.

O papa Francisco, de fato, nos convida a viver em um estilo simples e autêntico, claramente evangélico e comprometido com os mais pobres. Nos convida a sair ao encontro dos mais necessitados, renovando nossas estruturas e chegando às periferias existenciais dos jovens de nosso mundo. Para eles, nos diz Francisco, temos de dedicar nossas melhores energias e as pessoas mais preparadas. Como Dom Bosco, a bondade e o afeto devem ser, na ação do salesiano em meio aos jovens, sinais da ternura e do amor de Deus, que se expressa preferencialmente nos pequenos e nos últimos.

Valorizando tudo que o papa nos tem dito e à voz do Espírito, nós, salesianos, estamos renovando nosso compromisso por uma vida evangélica mais verdadeira, autêntica e significativa. Queremos ser, realmente, homens com uma profunda experiência de Deus, capazes de anunciar com a vida Seu amor misericordioso. Nos comprometemos vitalmente em comunidades que sejam mais nitidamente fraternas e que transpareçam a profecia da comunhão na missão compartilhada com a comunidade educativo-pastoral e com outros grupos da Família Salesiana. Renovaremos dia a dia nosso serviço generoso e entregue aos jovens que o senhor nos confie, especialmente os mais necessitados. Buscaremos incansavelmente os desertos em que as pobrezas juvenis são mais evidentes e a eles dedicaremos nossas melhores energias. 

Contamos com vocês para nos ajudarem a sermos fiéis a tudo que nos propomos. Necessitamos de vocês e pedimos que estejam do nosso lado no caminho renovador que estamos empreendendo. Sem vocês, não seríamos nós mesmos, repetiu muitas vezes padre Pascual nos seis anos passados. Estou convencido que é assim. Dom Bosco nos quis como um vasto movimento de pessoas a serviço da missão juvenil e popular. Temos de seguir avançando juntos nos próximos anos para que a profecia de nosso pai se converta cada vez mais em uma feliz realidade em todos os contextos do mundo salesiano. A Carta de Identidade da Família Salesiana deve nos ajudar, como autêntico programa de ação, a ocupar nosso lugar na Igreja como movimento espiritual e carismático na missão que Dom Bosco nos deixou.

Concluo com as palavras dedicadas especialmente aos meus queridos jovens. Eu os levo no coração. Desejo com todas as minhas forças poder encontra-los, caminhar ao lado de vocês, compartilhar anseios dificuldades e esperanças com cada um de vocês. Quero que saibam que me têm incondicionalmente à sua disposição e que todo o meu tempo e minhas energias pertencem a vocês. Contem comigo como eu conto com vocês. Peço que me ajudem a viver como Dom Bosco, assim como a todos os Salesianos de Dom Bosco de todas as inspetorias, para contribuir nestes anos que continuemos tornando atual a sua mensagem e a sua proposta, em nome do Senhor Jesus, a todos os jovens do mundo. É também vivo este desejo para com toda a querida Família Salesiana.

Me despeço com um carinhoso abraço a todos, pedindo a Deus suas bênçãos para cada um de vocês e suas famílias. Entrego a Maria Auxiliadora e à sua intercessão o serviço que me confiaram”.

Extraído de: http://www.boletimsalesiano.org.br

 

Rede de Desenvolvimento Social Canção Nova, formando homens novos para um mundo novo.

 

Deixe seu comentário