REDE DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL CANÇÃO NOVA
Segunda-feira, 26 de junho de 2017
  • Facebook
  • Twitter

Saúde: dom de Deus

Publicado em: 01/06/2011

Tags: , ,

O crescimento da população de idosos no Brasil e no mundo avança com o passar dos anos. Segundo o IBGE, em 2025, o Brasil será o sexto país em número de idosos no mundo.

Este crescimento está relacionado aos avanços da geriatria e gerontologia que visam dar melhores condições de saúde e uma melhor qualidade de vida ao idoso.

Atualmente a ciência nos oferece inúmeros estudos e artigos que comprovam que o cuidado com a saúde do corpo e da mente promete maior longevidade e melhores condições de nos tornarmos idosos ativos capazes de continuarmos atuantes em nossa própria casa realizando as atividades do cotidiano de maneira independente e, muitas vezes, no mercado de trabalho.

Alinhando fé e ciência, temos no livro do Eclesiástico 30, 16 que: “Não há maior riqueza que a saúde do corpo.”

A continuidade na realização do trabalho e a autonomia são importantes para nos sentirmos úteis e inclusos na sociedade e, somado ao fator experiência, a longevidade nos torna aptos a produzirmos melhor.

Temos que, primeiramente, nos conscientizarmos de que com o passar dos anos sofremos perdas em nossos órgãos e sistemas do corpo. A partir dos 25 anos de idade, já começamos a perder células cerebrais. E, com o tempo, perdemos força muscular, os ossos ficam mais frágeis, sofremos alteração da visão e audição, alterações na nossa pele e ficamos mais propensos a desenvolvermos doenças crônicas como diabetes, hipertensão, artrose, osteoporose dentre outras.
O que prova que envelhecer com saúde não é uma tarefa fácil. Exige esforço,

persistência e aceitação.
Precisamos ter hábitos saudáveis como não fumar, não beber em excesso, ter uma alimentação balanceada, rica em frutas e verduras e pobre em gorduras saturadas; praticar atividade física para prevenir as doenças e o estresse; praticar atividades de lazer, as quais proporcionem prazer, relaxamento e alegria; ter um sono adequado que é importante para combater os radicais livres; estimular a mente e a memória por meio da leitura; e, principalmente, ter fé, acreditar em Deus, que está acima de tudo e de todos e conduz a nossa vida.

Assim, envelhecer é cuidar da saúde para minimizar as perdas que ocorrem no corpo, aceitá-las quando elas acontecerem, manter a conduta ativa e, sempre, aproveitar o tempo para crescermos em espírito.

“A saúde da alma na santidade e na justiça vale mais que o ouro e a prata” (Eclo 30, 15).

Cristina Ribeiro e Silva Cobianchi – Fisioterapeuta Posto Médico Padre Pio

Deixe seu comentário