REDE DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL CANÇÃO NOVA
Sábado, 19 de agosto de 2017
  • Facebook
  • Twitter

Você sabe o que é alcoolismo?

Publicado em: 17/05/2011

Tags: ,

Alcoolismo é uma síndrome da dependência (conjunto de sintomas) consequente ao uso excessivo e prolongado do etanol, caracterizada por evolução típica e sequelas específicas.

As bebidas alcoólicas têm sido usadas desde o início da civilização humana, constando da história dos mais variados povos. Sabe-se, no entanto, que as bebidas mais antigas são a cerveja e o vinho, que possuíam conteúdo alcoólico relativamente baixo.

Álcool é um líquido incolor, volátil, com odor característico, obtido através da fermentação de uma solução que contenha açúcar. O álcool etílico ou etanol, encontrado em todas as bebidas com teor alcoólico, é uma droga psicotrópica, lícita, que satisfaz temporariamente uma necessidade de euforia, proporcionando um alívio temporário de tensões psicológicas ou físicas.

Na Idade Média, os Árabes introduziram na Europa a técnica da destilação, ao mesmo tempo em que disseminava-se, naquele ambiente cultural, a crença de que o álcool era o remédio para todos os males. Hoje, sabe-se que o uso terapêutico do álcool é muito reduzido, enquanto que seu uso social é imenso.

Ao beber, a pessoa pode tornar-se impulsiva e fala em excesso, comportando-se de maneira inoportuna, ofensiva ou, às vezes, violenta. Além disso, a capacidade de discernimento e a concentração são, progressivamente, afetadas, na medida em que o consumo de bebida alcoólica aumenta. Embora a pessoa que beba possa experimentar alguma exaltaçao, em princípio, o álcool mais deprime do que estimula o sistema nervoso central.

A ONU considera o alcoolismo como a doença de maior extensão no mundo. Segundo estatística das Associações dos Alcoólicos Anônimos (AAA), o álcool é o responsável por 54% dos acidentes de trânsito no país, 51% dos acidentes do trabalho, 20% dos pedidos de divórcio, 60% das ocorrências policiais, e é a 3ª causa de aposentadoria por invalidez, enquanto 80% dos meninos de rua têm pais alcoolistas. Segundo dados recentes, há 12 milhões de brasileiros dependentes do álcool.

Embora seja pouco provável que beber moderadamente e ocasionalmente entre amigos venha a ser perigoso, o álcool é considerado uma droga, e seus efeitos nocivos tornam-se mais evidentes quando ele é ingerido de modo persistente ou em excesso.

Como a família pode ajudar na recuperação?

Deixe seu comentário